Segundo um estudo realizado pela Université de Bretagne-Sud, a influência da música em bares é bem maior do que imaginávamos. De acordo com o estudo, tocar música alta em bares faz com que os clientes consumam mais, em um espaço menor de tempo. Nicolas Guéguen, professor de ciências comportamentais e autor correspondente, conta que as pesquisas apontam que música rápida faz com que as pessoas bebam mais rápido e que a ausência de música influencia diretamente no tempo que uma pessoa passa em um bar.
Entenda um pouco mais sobre a influência da música em bares e da relação entre a altura da música e o consumo de álcool com esse artigo da Jukebox Digital.

Entenda a influência da música em bares e no consumo

Saiba a influência da música em bares

Volume das músicas

Quando o volume da música está muito alto, as pessoas se veem obrigadas a gritar uma com as outras, o que não é bom para a comunicação. Com todas as pessoas tentando se comunicar por meio de gritos, o bar se torna ainda mais barulhento e então as pessoas desistem de conversar e se concentram em suas bebidas.
Obviamente, essa é a influência da música em bares que os proprietários esperam. Pessoas conversando calmamente não são atrativas para os negócios, pois consomem devagar pelo fato de estarem conversando.

O estudo

Os estudiosos visitaram o oeste da França para comprovarem a sua teoria. Lá, eles observaram os hábitos de consumo dos clientes durante três noites de sábado, em dois bares da cidade. O nível de música foi estrategicamente manipulado para dar veracidade à experiência. A influência da música em bares foi comprovada imediatamente. Quando o volume da música aumentou, o volume de venda das bebidas também aumentou.

Em média, cada pessoa leva 14,5 minutos para finalizar um copo de 250ml de chop quando a música está em um nível considerado normal. Com a música alta, esse tempo foi reduzido para 11,5 minutos. Também foi comprovado que a música alta fazia com que as pessoas bebessem em intervalos menores de tempo, afinal, gritar deixa a garganta seca.

Apesar de nos indicar a influência da música em bares, por fazer com que as pessoas bebam mais, o estudo não indica claramente o porquê disso acontecer. Há quem acredite que é o fato de não conseguir dialogar e há quem pense que a música aumenta os níveis de excitação, o que leva a um consumo maior.
Seja qual for o motivo, uma boa dica para donos de bares é investir em música, principalmente de uma maneira inusitada. Para isso, você pode contar com a máquina de música Jukebox, em que seus clientes poderão selecionar suas músicas prediletas e você ainda poderá reverter uma parte da verba da máquina de música para bar. Entre em contato conosco e conheça um pouco mais sobre os nossos serviços.

 

Links úteis:
festa de boteco;
jukebox;
festa boteco.